Blog Post

Amamentação: confira as 5 principais dificuldades e soluções!

 

Após dar à luz, algumas mulheres começam a se queixar de vários problemas relacionados ao período pós parto. Melancolia, depressão e dificuldade de lidar com a situação, são alguns dos problemas mais comuns.

Porém, o maior deles talvez seja a dificuldade no momento da amamentação.

Pensando nisso, resolvemos reunir neste artigo as 5 principais dificuldades das mães no momento de amamentar, juntamente com as soluções.

Vamos lá?

1 –  Rachaduras no peito!

Uma das principais queixas de mulheres que estão em período de amamentação são as rachaduras no peito. Elas são precedidas de pequenas fendas ou fissuras que causam muita dor depois que entram em contato com a boca do bebê.

Para se evitar esse incômodo, pegue sempre o bebê da maneira correta e não use nenhum tipo de produto antes ou depois das mamadas.

Uma dica bacana é expor as mamas ao sol durante 10 ou 15 minutos. O ideal é que essa banho de sol seja até às 10 horas ou após às 16 horas. Isso ajuda no fortalecimento das mamas.

Você ainda pode usar o próprio leite materno nas regiões afetadas, pois isso ajuda no processo de cicatrização.

2 – Pouca quantidade de leite!

Outra lamentação de algumas mulheres é ter uma quantidade insuficiente de leite nos seios. Geralmente isso acontece pela forma incorreta de amamentar os pequenos.

Algumas mulheres colocam somente o mamilo dentro da boca do bebê, dificultando a sucção do mesmo. A solução é colocar toda a parte escura do seio, chamada de aréola na boca do bebê para que ele possa sugar de maneira adequada. A produção de leite aumentará depois de 3 dias corridos.

Além disso, a mãe deve estar tranquila e fazer repouso durante o período de amamentação. Pode-se ainda estimular o lábio do bebê passando a ponta do mamilo para que ele abra a boca e o pegue por completo.

3 – Leite empedrado!

Mais um problema bastante comum quando o assunto é amamentação. Quando a mãe não esvazia o peito regularmente, o leite pode empedrar causando ondas de calor, abcessos e até calafrios, além de inflamações.

O bebê não consegue mamar e pode chorar de fome. A solução para isso é massagear as mamas antes de amamentar ou até sair um pouco de leite. Com esse procedimento, o leite amolece e o bebê consegue sugar adequadamente.

Geralmente, o peito produz mais leite do que a criança consome. Para que você não fique com excesso de leite, pode-se esvaziar as mamas usando um bomba manual própria e acondicionar o conteúdo retirado para dar o bebê depois.

Se você produzir leite em excesso, também pode fazer doações ao banco de leite de sua cidade, pois diversas outras mães passam pelo problema da dificuldade na amamentação!

4 – Dor nos mamilos durante a amamentação!

Não é normal os mamilos doerem durante o processo. A principal causa da dor deve ser uma pega errada por parte do bebê.

A pressão das mandíbulas do bebê sobre o mamilo pode gerar dor e desconforto para a mãe. A alteração da cor da pele do mamilo pode indicar que o local tem a famosa candidíase, conhecida popularmente como sapinho, o que também causa dor.

O maior problema é que a dor interfere na saída do leite, diminuindo-o e deixando que o bebê mame somente uma pequena quantidade. O reflexo disso é que o bebê pode ficar inquieto ou chorando.

Para ajudar a resolver isso, uma boa massagem nos mamilos antes de amamentar pode amenizar a dor durante a amamentação.

5 –  Falta suficiente de líquidos!

A ingestão insuficiente de líquidos por parte da mãe durante o período de amamentação também pode interferir nesse processo, dificultando-o.

Devido ao período ser um pouco turbulento para algumas mulheres, algumas se esquecem de se alimentar corretamente e se hidratarem também.

Por isso, é muito importante reforçar que a mãe sempre deve estar bem alimentada e hidratada, pois isso interfere diretamente na amamentação. Uma solução eficaz é tomar água, chá de capim limão ou funcho até sentir-se saciada, principalmente antes de amamentar.

Mesmo que você não sinta sede ou o dia esteja frio, não deixe de se hidratar corretamente, pois isso pode ser de suma importância para a saúde do seu filho.

Amamente sem tabelas!

Apesar dos problemas, a melhor solução para a maioria deles ainda é a indicação de amamentar o máximo possível, isso porque o leite materno é rico em todos os nutrientes necessários para o bom desenvolvimento do bebê.

Não siga tabelas de amamentação e nem tenha vergonha de amamentar fora de casa. Para quem busca uma solução prática para o processo, nossos carregadores, como as MeichilasWraps Slings e Slings de Argola, carregam o bebê em diferentes posições, com conforto e segurança, e ainda favorecem a amamentação. Perfeito, não é?

Caso você tenha ficado com alguma dúvida, não deixe de comentar. Estamos aguardando o seu contato!

Continue acompanhando nosso blog. Um grande abraço e nos vemos em breve.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias Relacionadas

5 motivos para usar slings com seu bebê!

5 motivos para usar slings com seu bebê! Todo bebê exige alguns cuidados extras, além

Como manter seu filho seguro em casa?

Quando você tem filhos pequenos, toda a atenção é pouca e qualquer distração pode

10 conselhos para uma Introdução Alimentar tranquila

10 conselhos para uma Introdução Alimentar tranquila: Não crie expectativas: O início da introdução alimentar (IA)

Primeiros 1000 dias: a influência dos primeiros dias de nossas vidas

Primeiros 1000 dias: a influência dos primeiros dias de nossas vidas Já ouviu falar na

Mãe moderna: Como ser empreendedora, educar e ainda ser uma super mãe?

Não há dúvidas de que a maternidade exige cuidados com a saúde e bem

Alimentação infantil: quando incluir sal e açúcar?

Todos os pais querem que a alimentação do seu filho seja a mais saudável possível.

Babywearing e Gestação

    Bom, achei esse assunto super interessante para postar no blog após receber um email

Slingando no Inverno

  Ah, o inverno está chegando em várias regiões  Brasil e já vejo muitas mamães

Carregando seu bebê ergonômicamente

Carregando seu bebê ergonômicamente Vamos falar sobre a melhor posição para carregar seu bebê. A

Qual sling escolher?

Qual e o sling ou carregador mais indicado para mim? Essa é a pergunta que

Chegou seu sling? e agora o que fazer?!

Chegou seu sling? e agora o que fazer?! Chegou seu sling, carregador ergonômico? E agora? O

WhatsApp chat