Blog Post

Babywearing: um caminho para a Exterogestação

Engana-se quem pensa que carregar é invenção moderna. Ou pior, capricho humano. A maioria dos filhotes animais nascem podendo andar sozinhos e, mesmo assim, permanecem perto da mãe para garantir a segurança e o conforto. Os que ainda precisam de ajuda para se locomover, são prontamente carregados, como no caso dos filhotes de chimpanzés e gorilas. Estes, diferente dos outros macacos, são tão parecidos conosco que é a mãe quem tem que os carrega-los, pois não conseguem se segurar no início.

Nós, entretanto, não nascemos prontos. Não sabemos caminhar, tão pouco nos defender. Precisamos de alguém que esteja conosco! E precisamos disso por um bom tempo. No início, o bebê ainda não percebeu que nasceu. Na sua visão, ele ainda pertence à mãe. São um só. Por pelo menos 3 meses, ele vive o que chamamos de exterogestação. Nesta fase tudo que fizermos para reproduzir o ambiente intrauterino, vai trazer paz e tranquilidade ao bebê.

Com um Sling, conseguimos acomodar nosso nenê bem juntinho do corpo, garantindo calor e segurança, ali ele fica ouvindo o som do nosso coração, e a voz da mãe ecoa como quando estava dentro da barriga. Conforme nos mexemos, o balanço acalma e garante um sono tranquilo ao bebê, como antes acontecia na barriga.

Todo este contato garante inúmeros benefícios tanto à mãe e ao filho. A proximidade, o cheiro e a pele na pele aumentam os níveis de ocitocina, que atua como ponto chave no processo da lactação. A partir daí, outros hormônios, como a prolactina, agem aumentando a produção do leite e facilitando sua ejeção.

A amamentação também é facilitada com o uso de carregadores posteriormente, quando vêm os saltos de desenvolvimento e picos de crescimentos, em que o bebê demanda mais colo e mais mamadas. Essa necessidade de colo, de ser carregado, alimentado e ninado dura tão pouco quando comparado aos nossos anos de vida, que vale muito a pena aproveitar cada momento para carregar, ninar e amar.

Um bom carregar a todos! Com a certeza de que não existe manha, e sim necessidades reais de bebês sem manuais.

Conheca nossos carregadores e facilitadores de colo.

Amamentação em livre demanda em qualquer lugar.

 

 Atividades ao ar livre ajudam no combate a depressão pós parto.

 

 

 

 

 

 

Texto contribuição da nossa parceira para Upa Slings.

www.upaslings.com

 Nut. Franciele Loss Danemberg – CRN 12928

Instagram: @bebedenutri

 Email- [email protected]

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias Relacionadas

5 motivos para usar slings com seu bebê!

5 motivos para usar slings com seu bebê! Todo bebê exige alguns cuidados extras, além

Como manter seu filho seguro em casa?

Quando você tem filhos pequenos, toda a atenção é pouca e qualquer distração pode

10 conselhos para uma Introdução Alimentar tranquila

10 conselhos para uma Introdução Alimentar tranquila: Não crie expectativas: O início da introdução alimentar (IA)

Primeiros 1000 dias: a influência dos primeiros dias de nossas vidas

Primeiros 1000 dias: a influência dos primeiros dias de nossas vidas Já ouviu falar na

Mãe moderna: Como ser empreendedora, educar e ainda ser uma super mãe?

Não há dúvidas de que a maternidade exige cuidados com a saúde e bem

Alimentação infantil: quando incluir sal e açúcar?

Todos os pais querem que a alimentação do seu filho seja a mais saudável possível.

Babywearing e Gestação

    Bom, achei esse assunto super interessante para postar no blog após receber um email

Slingando no Inverno

  Ah, o inverno está chegando em várias regiões  Brasil e já vejo muitas mamães

Carregando seu bebê ergonômicamente

Carregando seu bebê ergonômicamente Vamos falar sobre a melhor posição para carregar seu bebê. A

Qual sling escolher?

Qual e o sling ou carregador mais indicado para mim? Essa é a pergunta que

Chegou seu sling? e agora o que fazer?!

Chegou seu sling? e agora o que fazer?! Chegou seu sling, carregador ergonômico? E agora? O

WhatsApp chat