Blog Post

É preciso ensinar gestão financeira para as crianças.

Lidar com dinheiro é tabu entre grande parte dos brasileiros. A gestão financeira é sempre deixada em último plano e ainda é a principal causa de crises de ansiedade, depressão, divórcios e outros problemas do mundo moderno. Segundo Letícia Lucca, consultora financeira, se os pais não sabem administrar corretamente seu dinheiro, dificilmente conseguirão ensinar os filhos a fazer o mesmo.

A educação financeira é oportunidade para toda a família. No dia 19 de julho, sexta-feira, às 10 horas, no Instagram da UPA, acontecerá uma LIVE com a especialista Letícia para ensinar uma metodologia eficaz de educação financeira e tirar as principais dúvidas das mamães e papais. Ao organizar as finanças, o que parecia um monstro de sete cabeças vira algo fácil de domar e cuidar. Basta começar.

Geralmente, marido e mulher só sentam para falar sobre o tema quando estão com dificuldades financeiras. Essa lógica precisa ser invertida e a família (incluindo filhos) deve se reunir para entender a renda familiar, os gastos mensais e os planos e objetivos. As crianças não podem ter a imagem de que dinheiro é causador de problemas, brigas ou coisas ruins.

“Precisamos discutir sobre dinheiro de uma forma saudável e com foco e sonhos e objetivos de vida.”, afirma Letícia Lucca, que selecionou algumas das principais dúvidas dos pais.

– QUANDO DEVO COMEÇAR A APRESENTAR DINHEIRO PARA MEUS FILHOS?
A partir dos 3 aninhos já podemos introduzir o porquinho para os pequenos. A ideia aqui é mostrar que podemos poupar (acumular no cofrinho) para comprar algo que queremos.

– QUANDO DEVEMOS COMEÇAR A DAR MESADA?
A sugestão é começar aos 7 anos quando a criança já tem condições para fazer pequenos planejamentos, gerenciar o dinheiro e se organizar. Com essa idade a criança começa a desenvolver senso de responsabilidade em relação as finanças.

– QUANTO DEVEMOS DAR DE MESADA?
O valor varia de família para família. O importante é ajudar a criança a ter objetivos de curto, médio e longo prazo. Os de curto prazo são para estimular a criança a ver que pode ter conquistas ao poupar sem precisar esperar muito tempo para objetivos de longo prazo. Precisamos manter os pequenos motivados. Uma ideia para curto prazo seria docinhos ou figurinhas. Para o médio e longo prazo já podemos pensar em brinquedos ou viagens.

Outras dúvidas e detalhes da metodologia da Letícia para educação financeira infantil serão apresentada dia 19 na LIVE. Te esperamos lá para falarmos desse assunto tão importante na relação pais e filhos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias Relacionadas

O apoio das doulas para um parto humanizado

O trabalho das doulas ainda é recente no Brasil, mas cada vez mais comum.

Acima de tudo, escolha ser mãe

Dica de leitura: leia essa pauta ouvindo A Thousand Years – Christina Perri (ouça aqui

Babywearing: um caminho para a Exterogestação

Engana-se quem pensa que carregar é invenção moderna. Ou pior, capricho humano. A maioria

5 motivos para usar slings com seu bebê!

5 motivos para usar slings com seu bebê! Todo bebê exige alguns cuidados extras, além

Como manter seu filho seguro em casa?

Quando você tem filhos pequenos, toda a atenção é pouca e qualquer distração pode

10 conselhos para uma Introdução Alimentar tranquila

10 conselhos para uma Introdução Alimentar tranquila: Não crie expectativas: O início da introdução alimentar (IA)

Primeiros 1000 dias: a influência dos primeiros dias de nossas vidas

Primeiros 1000 dias: a influência dos primeiros dias de nossas vidas Já ouviu falar na

Benefícios do Sling: Por que é fundamental ter um para carregar seu bebê?

É bastante comum ver as mães transportando seus bebês usando slings, que é um acessório

5 alimentos que fortalecem a imunidade das crianças no inverno!

Com o inverno batendo em algumas regiões no Brasil, as chances de se resfriar ou ficar

Mãe moderna: Como ser empreendedora, educar e ainda ser uma super mãe?

Não há dúvidas de que a maternidade exige cuidados com a saúde e bem

Exercícios com bebê no sling: saiba o que pode ser feito

Não é porque seu bebê precisa da sua atenção em tempo integral que você

Alimentação infantil: quando incluir sal e açúcar?

Todos os pais querem que a alimentação do seu filho seja a mais saudável possível.

Babywearing e Gestação

    Bom, achei esse assunto super interessante para postar no blog após receber um email

Slingando no Inverno

  Ah, o inverno está chegando em várias regiões  Brasil e já vejo muitas mamães

Carregando seu bebê ergonômicamente

Carregando seu bebê ergonômicamente Vamos falar sobre a melhor posição para carregar seu bebê. A

Qual sling escolher?

Qual e o sling ou carregador mais indicado para mim? Essa é a pergunta que

Chegou seu sling? e agora o que fazer?!

Chegou seu sling? e agora o que fazer?! Chegou seu sling, carregador ergonômico? E agora? O

WhatsApp chat